Exclusivo: joia de R$ 100 milhões e apenas 16 anos comenta badalação no Flamengo

Uma das grandes “estrelas” da Copa São Paulo atua no Flamengo. O jovem Vinícius Júnior, de apenas 16 anos, veio ao torneio sob os olhos de diversos empresários, que querem tirá-lo do clube. Só que se alguém quiser tirar a joia do Mengão, precisa desembolsar 30 milhões de euros (R$ 105 milhões). Na Copinha, dribles desconsertantes e velocidade “infernizam” defesas rivais e três gols já foram anotados.

Em entrevista ao Torcedores.com, o meia comentou como lida com tanta badalação, que fazem dele um dos xodós da nação flamenguista com tão pouca idade. “A responsabilidade é muito grande. Mas eu venho trabalhando e evoluindo a cada dia e a cada jogo. Com isso, o Flamengo trabalha bastante a nossa cabeça também (para evitar euforia)”, contou Vinícius, demonstrando personalidade.

Cotado para subir ao time profissional em breve, ele prefere dar tempo ao tempo, mas se vê pronto, caso o técnico Zé Ricardo o convoque a integrar os profissionais. “A gente tem de estar preparado para chegar a esse momento”, resumiu a promessa rubro-negra, que também falou sobre o trabalho com o seu treinador no sub-20, Gilmar Popoca, que o acompanha desde o sub-13. “O Flamengo trabalha muito bem a base. Trabalha bastante a nossa cabeça e fala para ter tranquilidade, que chegará o momento certo.”

Por fim, Vinícius Júnior projetou o duelo contra o Nacional-SP, no Anacleto Campanella, pela segunda fase da Copinha. Líder do Grupo 23, manteve a sede na etapa seguinte, algo que ajudará o Flamengo, segundo o jovem meia-atacante. “O gramado é bastante diferente do que a gente joga lá no Rio. A grama é bastante alta. O Nacional terá de trabalhar bastante nessa grama para bater a gente”, afirmou ele, que admitiu ser fã de Neymar, atacante do Barcelona (ESP).

Fonte: Torcedores.com